Segundo pesquisas a geração Z prefere ficar sem emprego ao invés de ficar infeliz no trabalho

Um estudo global da consultoria Randstad’s Workmonitor mostra que de quatro, dois funcionários da geração mais jovem de profissionais preferem perder seus empregos a permanecerem em um que não estão satisfeitos. A pesquisa com 35 mil profissionais em 34 mercados descobriu que cerca de 56% da geração Z e 55% dos millennials comentaram que pediriam demissão do emprego se o trabalho interferisse em suas vidas pessoais.

Publicidade

Segundo o Sander van ‘t Noordende, CEO global da Randstad, as descobertas foram um alerta para os empresários. Ou seja, à medida que as prioridades são repensadas, há sempre uma mudança a ser feita.

Ainda sobre a pesquisa

A pesquisa também descobriu que 70% dos trabalhadores estão dispostos a aceitar novas oportunidades de trabalho, além de 32% da Geração Z e 28% dos Millennials dizendo que estão procurando trabalho. Além disso, 49% acreditam que encontrarão um novo emprego em breve se forem demitidos ou deixarem o emprego atual.

Publicidade

Agora, as gerações novas estão com vantagens no mercado, os recrutadores estão reavaliando o método de contratação para conseguir novos talentos. Os pesquisadores analisaram também que as empresas precisam mudar a abordagem para contratar e atrair novos funcionários, já que a concorrência é grande.

Como as empresas devem para se tornar atrativas?

Uma forma de se tornar mais atraente para os profissionais é oferecer melhores benefícios. Afinal, na pesquisa 22% dos funcionários receberam maiores benefícios, incluindo previdência e assistência médica, e 25% tiveram um bom treinamento.

Entretanto, 71% dessas pessoas entrevistadas contaram que possuem capacidade para conseguir trabalhar em qualquer função, porém 53% relataram que nas suas atuais atividades não é possível. A pesquisa também mostra que a maioria dos jovens quer trabalhar para empresas cujos valores se alinham com suas crenças pessoais. Inclusão e diversidade são prioridades para essa nova geração Z, isso porque 49% são jovens e 46% são da parte Millennials dizem que não querem trabalhar para uma empresa que não trabalha duro.

Publicidade

Veja também: Empresas promovem a diversidade imigratória nas contratações

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário